terça-feira, 13 de setembro de 2016

Chegou a hora...

...e agora? Estou sem palavras...logo eu que tenho que refrear o turbilhão diário que me vai na cabeça e que raramente tenho tempo de passar para o papel...logo eu que gosto tanto de falar...ou escrever...


Cresceste tanto...


Aqui começou a tua história...já eras tão amado...desde o primeiro minuto...


Assim que te tive nos meus braços sabia que jamais teria outro amor assim...és o meu coração fora do peito...conheço-te por dentro e por fora...não, não tenho a veleidade de me julgar a amiga a quem contas todos os teus segredos...até porque adoro ser tua mãe...mas conheço-te nos sorrisos, no olhar triste ou preocupado, nos teus medos, nas tuas ansiedades, na felicidade que te invade, na alegria desmedida, nas piadas "parvas", nas conversas sérias, nos nossos momentos de silêncio...conheço-te...és meu filho!

Vivi contigo os choros de ires para o infantário, o desespero da primeira classe na escola primária (choraste tanto que te agarraste às minhas pernas...fiquei eu pior que tu), a alegria dos anos seguintes, os medos e confrontos do 5º e 6º ano, as brincadeiras, amizades e cumplicidades dos 7º, 8º e 9º...a mudança...e os anos importantes de escolha, de olhar posto no futuro...o trabalho e empenho que sempre demonstraste...a preguiça que está inerente a ti :) mas que vences sempre com a tua força de vontade...E agora????

Entraste para a universidade...foste colocado na primeira fase e na tua primeira opção...vais para longe...mas exultei de alegria, dei pulos, gritei, abracei-te...do longe se fará perto...mas...a saudade já marca o compasso no coração de mãe! Sei que ficas bem, não me preocupo...sei a educação que te demos...e vou sempre apoiar-te, mesmo quando tenho muitas vozes a dizer-me o contrário...primeiro está a tua felicidade! E tenho muito ORGULHO em ti...ver-te crescer tem sido a minha aprendizagem...enquanto mãe, enquanto pessoa...tenho forças que jamais pensei ter...

Só te posso dizer para viveres tudo a que tens direito meu filho...faz as tuas memórias, vive...revive...aprende, erra, e volta a tentar...aproveita cada segundo pois vai deixar saudade...sê responsável...na irresponsabilidade que é seres um adolescente...marca tu o teu objectivo...luta e sê tu mesmo...eu estarei SEMPRE aqui!

Agora que és "bicho"...e depois quando vestires o negro do traje académico...vais sentir as emoções à flor da pele e eu vou chorar de certeza...AMO-TE muitoooooooooo! És a minha VIDA!

PARABÉNS!!!!!!!!

Sem comentários: