sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Nós...2015


...momentos em que me perco nos sorrisos, nas brincadeiras, nas cumplicidades...
...momentos nossos que ficarão para sempre, que farão parte do meu baú e que nos trouxeram tanto...
...momentos que ninguém poderá apagar, que o tempo não fará esquecer e que teimosamente levarei sempre comigo...
...momentos da nossa vida que é e será um eterno namoro...não só nos dias 14 de fevereiro de todos os anos que passámos e passaremos juntos, mas todos os dias...

Obrigado por me deixares fazer parte da tua vida e por fazeres parte da minha...obrigado por com todos os defeitos e feitios seres que és, obrigado por teres lutado a meu lado sempre que um novo desafio surge no nosso caminho...

Entre os exageros, as hipérboles e as metáforas da minha maneira de ser...entre os adjectivos, nomes e verbos do meu feitio...sou desmesuradamente apaixonada por ti!!!

É nos teus braços que gosto de procurar o conforto, a calma...gosto que me apertes e me faças sentir segura, gosto de ver o teu sorriso...mesmo quando fazes asneira...gosto da forma como te esquivas a admitir um erro ou a pedir desculpa...perco-me na semântica dos teus beijos...gosto da forma como ralhas comigo quando faço algo com o qual não concordas...afinal não podemos gostar todos do cor de rosa!!!

É ao teu lado que defino e redefino os meus objectivos, o que quero para nós e para os nossos...que me divirto e levo a vida a sério...que descubro novos mundos e interesses...que me sinto EU!

Somos assim o tudo e o nada, o pouco e o muito num equilíbrio que nos faz felizes!

AMO-TE!



quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Janeiro 2015



O ano entrou em grande, com alegria e diversão junto de quem amo...janeiro fez-se anunciar com promessas, objectivos a cumprir, vontade de acreditar, de fazer...mas as desilusões também fazem parte e resta-nos saber lidar com elas, aprender, distanciar e seguir em frente. Foi no frio que se fez sentir (e ainda faz) que janeiro passou...fechou-se um capitulo e abre-se um novo livro...páginas brancas que quero escrever...onde estarão presentes os altos e baixos, as pessoas que importam, as felicidades vividas, as lutas e batalhas travadas, caminhos percorridos, as perdas e desilusões de quem vive enfrentado tudo o que faz parte com medos e receios, com confiança e força de vontade.

Janeiro passou...depressa...marcando o ritmo acelarado dos dias que teimam em ser curtos para tudo o que quero viver...restam-me os abraços apertados, os sorrisos, o sentimento de que tudo vale a pena. Que venha fevereiro...ainda com o arrepio de frio e a manta quente, mas com os dias já um pouco maiores.

Beijinhos