terça-feira, 1 de julho de 2014

OBRIGADO



Recentemente o meu filho fez o seu exame de Taekwondo para cinto vermelho/preto... e eu ainda me lembro do primeiro dia que o levei a experimentar esta arte marcial... saiu a chorar porque o mestre falava "estrangeiro" e aos berros e ele não percebia nada... hoje, é um dos seus orgulhos, é o seu desporto.


O que me levou a levar o meu filho a uma aula destas, não foi apenas a curiosidade, foi o facto de ter sido alvo de "buling" na escola, foi o facto de ser um miudo com uma auto-estima baixa, de não acreditar nele como eu acreditava...hoje, é um adolescente seguro de si, confiante, estável, que sabe o que quer e de bem com a vida... é assim que vejo o meu filho. Sim é um adolescente como outro qualquer, faz disparates, asneiras, mas também ajuda o próximo, ama com todo o coração, é responsável e bom aluno, educado e por tudo isto o meu orgulho! Hoje vejo um adolescente sereno e completo!

No entanto, o seu caminho tem sido partilhado por muitos, desde os pais, padrasto e madrasta (já sei são palavras feias, mas neste caso não), uma "irmã" do coração, avós, tios, tias, professores e também amigos que o ajudaram a crescer e é por isso que aqui deixo o meu OBRIGADO!

Quando iniciou este desporto, pouco sabia sobre ele, mas uma das primeiras lições foram os 5 principios do Taekwondo:

Cortesia (YE UI) - A Cortesia deve estar sempre presente nas relações com terceiros, representa o respeito pelo próximo, a modéstia, o humanismo e a delicadeza.


Integridade (YOM CHI) - Ser integro deve ser uma das qualidades do praticante de Taekwondo. A integridade passa por fazer no dia a dia aquilo que está correcto numa perspectiva social, nunca prejudicando terceiros com as nossas acções.

Preserverança (IN-NAE) - O praticante deve a todo o momento ser capaz de dizer “vou conseguir mais”. Nunca deve desistir perante as dificuldades, encarando cada uma como uma nova oportunidade de dar o melhor que existe em si.

Auto-dominio (GUK-GI) - A capacidade de execução de uma técnica está intimamente ligada com a capacidade de a controlar.

Espirito Indomável (BAEKJUL - BOOLGOOL) - O praticante deve desenvolver o seu espirito como uma arma capaz de o motivar na perseguição dos seus objectivos. Uma pessoa possuidora de um espírito forte deve em qualquer circunstância manter a via escolhida sem hesitações e sem receios, lutando até ao fim pelos princípios que norteiam a sua vida.

E estes são os principios a que tenho assistido em todos os treinos e em todas as atitudes do meu filho, e dos que o acompanham nesta jornada.


Ao mestre Miguel Dinis... OBRIGADO pela paciência, cumplicidade, amizade e carinho com que sempre o trataste, com que o levaste a adorar o Taekwondo. Obrigado por não teres desisitido quando tantas vezes te apeteceu voltar costas, obrigado por teres insistido em levá-lo contigo ;)



Ao Hugo, João, Caneta e Gustavo... obrigado pela paciência para aturar este adolescente que quer que puxem por ele e às vezes se torna "melga", obrigado por exigirem dele o melhor que pode dar.

MUITO OBRIGADO por fazerem parte da vida e aprendizagem do meu filho!

Junho

Mais um mês que passou... Junho trouxe o Sol e o calor, mas também chuvas "tropicais" e algum frio, mas antecipa as férias (que já vão fazendo falta). Não foram fáceis estes dias...entre exames de Taekwondo, final de ano lectivo com as expectativas das notas (não foram más, mas podiam ser melhores), festival de dança, exames 12º ano, a casa, o trabalho e afins foi uma uma correria...mas acabo sempre com um sorriso nos lábios  com a sensação de dever cumprido.

Quando iniciei este blog, a intenção era a de deixar aqui alguns dos meus momentos e dar uma ajuda a quem de alguma forma se identifique com a correria do dia a dia, a todos os que num ou outro momento já desejaram que os seus dias tivessem mais 24 horas para tudo o que têm para fazer. É isso que tenho tentado deixar aqui registado nestas linhas, no entanto há dias em que a minha fé (se assim lhe posso chamar) na minha força de vontade e na minha organização, deixa um pouco a desejar e o cansaço ameaça vencer atirando o meu corpo para um canto sossegado do sofá. "Desistir" e "baixar os braços" são vocabulário que tenho dificuldade em entender... como tal"arregaço as mangas" (agora não preciso, estamos no verão, eh eh eh) e dedico o meu tempo a tudo o que realmente me importa e faz parte da minha vida.


É com este espírito que consigo superar o desgaste, porque já não me desiludem, de lidar com pessoas que não têm horizonte, para quem a vida se resume a ser pessimista e a prejudicar os outros, ainda que nada disso lhe traga qualquer beneficio. É com este espírito que luto todos os dias para a felicidade dos meus. É com este espírito que agarro todos os meus projectos e os levo a bom porto. É com este espírito que todos os dias junto tecidos, linhas, fitas e cores e entro no meu mundo onde construo algo de raiz empenhando todo o meu carinho e respeitando a histórias, gostos e preferências de quem quer as minhas peças.

E Junho trouxe a confirmação de que todos os sonhos se podem concretizar... assim tenhamos vontade de agir, de lutar e conseguir.

Agora é tempo de começar a pensar nas roupas de verão, nos dias de praia, nos passeios à noite, na diversão e nos momentos de risota em família... já falta pouco!