quarta-feira, 4 de junho de 2014

Maio 2014

Mês de Maria, e de todas as Mães... entrou com a suavidade de quem já anseia por dias alegres, cheios de vida e vontade de passear. Ler um livro à beira-mar e absorver todos os cheiros, sons e brisas que se fazem sentir. Os pés descalços na areia, o mergulho no marque nos lava até a alma e deixo-me levar no embalo da ondulação ouvindo apenas os pássaros da serra e os risos das crianças que estão por perto.


Maio entrou também com a energia de quem muito quer fazer e agarrei-me à máquina de costura deixando a imaginação fluir para um resultado que se quer brilhante, alegre e perfeito.

Celebrou-se o Dia da Mãe, com muito mimo... e hoje sou mãe, mas também filha e tenho a minha mãe sempre por perto por isso deixo-vos a homenagem que fiz à mãe a ao filho:

"A ti minha Mãe... muito OBRIGADO por tudo, por todas as noites em que te chamei para acenderes a luz porque tinha medo, por todas as noites em que não dormiste porque me doía a perna, por todas as quedas que dei e me ajudaste a levantar tratando-me das feridas, por todos os momentos de alegria, risota e paz que me deste, por todo o amor, educação e respeito que me deste e ensinaste... POR TUDO!!! Muit, muito OBRIGADO! Por tudo isto me tornaste uma MULHER, uma pessoa com os pés bem assentes na terra, com convicções, com perspectivas de vida, honesta, sincera, com todas as minhas falhas, mas sempre presente ao teu lado de de todos os que amo. Foi com base neste modelo de vida que também me tornei Mãe... a ti meu filho obrigado por me ensinares a dar valor às pequenas coisas da VIDA, a amar sem limites, a aguentar o que pensava ser impossível, a ser "generala" quando assim tem que ser e a sorrir sempre!!! Obrigado por me deixares fazer parte da tua vida de adolescente, obrigado por me deixares ver-te crescer e ajudar-te a tornares-te num homem honesto, sincero, verdadeiro e com princípios! Amo-te muito Mãe! Amo-te muito Filho!"

Junho já espreita... com a alegria dos dias quentes de verão, o cheiro dos protectores, do mar, das viagens...

Abril 2014

Chegou com o cheiro a cravos, folar e amêndoas... Abril, um mês que por um motivo ou outro me afecta de uma forma significativa e estranha. Grândola Vila Morena e E depois do Adeus são musicas que fazem parte da minha história, que marcaram uma época, e que por muito que tentem jamais esquecerei. Lutas, palavras de revolta e sede de liberdade... momentos vividos intensamente por muitos que hoje, de alguma forma esquecidos, me permitiram estar aqui hoje a partilhar, livremente, estas singelas palavras e sentimentos convosco. O cheiro a cola de cartaz, as musicas ouvidas na época, os comícios e manifestações na rua... tudo fez parte do inicio da minha vida e me ajudou a crescer com relatos das histórias vividas por quem amo. OBRIGADO a todos e especialmente aos meus pais por terem lutado tanto, por terem acreditado que era possível uma vida e um país melhor.
Celebram-se 40 anos da Revolução dos Cravos! Abril...



Mas Abril, também significa Páscoa, celebrações, com a oferta dos ramos às madrinhas e do folar, amêndoas ou ovos de chocolate aos afilhados... à minha mesa não faltou o folar, os sorrisos, gargalhadas e brincadeiras de uma família de doidos unidos. Um mês marcado pelo cheiro das flores e da terra molhada pelas chuvas que se fazem sentir num tardar de um verão que começa a espreitar.

Maio anuncia-se tímido num raio de sol ao entardecer, no alongar dos dias que mesmo assim teimam em não chegar para tudo o que quero fazer.